Testemunho Luisa Empis

 

Eu antes de começar a fazer Yoga

 

O Ser Humano, o seu psicológico, e a forma como ele vive no mundo e se dá com os demais, sempre me fascinou. E foi mesmo no Ser Humano que me foquei e estudei durante meia década, na zona ribeirinha de Lisboa.

No ISPA – Instituto Superior de Psicologia Aplicada – terminei o meu Mestrado Integrado em Psicologia, com especialização na área de Clínica.

Após este tempo, e por motivos pessoais, vi-me obrigada air viver para o estrangeiro. Sem estar a trabalhar na área, fui explorando outros mundos, até que encontrei, através de uma grande amiga minha, o Yoga. Foi um amor à primeira “vez que pus os pés no tapete”. A forma como me fez sentir depois, não só a um nível físico, mas também em termos mentais e emocionais, foi algo que ficou gravado na minha alma.

Era uma espécie de psicoterapia, mas mais alternativa. Foi assim que o senti, e foi também aí que se deu o clique: por que não aliar as duas terapias, de um lado aquela mais alternativa, e do outro a mais conhecida e convencional, para conseguir fazer aquilo que mais gosto – ajudar as pessoas a sentirem-se bem de forma íntegra e holística.

 

 

O meu primeiro curso de Yoga

 

Dei o primeiro passo neste sentido algum tempo depois de voltar a Portugal. Tomei coragem e fiz de novo as malas. Fui para Londres durante um mês, onde frequentei um Curso intensivo de Formação de Professores de Yoga. Trinta dias depois vinha mais cansada, mas muito mais feliz e realizada. Sabia que tinha feito o que devia e, mais importante, o que eu sabia que me estava destinado.

 

A Shift You entra na minha vida em 2017

 

A partir daí, comecei a dar aulas, mas a minha vontade de querer saber mais, e de saber que consigo fazer melhor, fez com que o meu percurso formativo não parasse por aí. Comecei, em 2018, o meu segundo Curso de Formação de Professores de Yoga, na Shift You.

Conclusão? Não podia estar mais satisfeita.

 

Eu destaco a formação da Shift You pelas seguintes razões:

 

  • Pela sua componente prática, onde tivemos o privilégio de participar em vários workshops com os melhores profissionais de diferentes áreas e das mais variadíssimas temáticas;

 

  • Pela forma como os módulos estão devidamente distribuídos e pensados, sendo que nos primeiros somos confrontados com uma maneira de pensar completamente fora da nossa zona de conforto;

 

  • Pela maneira como foi arquitectada a avaliação final, completamente diferente dos outros cursos que pesquisei, ou até mesmo dos que frequentei.

 

 

Porque a avaliação me marcou?

 

Na formação da Shift You tivemos que projetar três aulas distintas: uma baseada num caso clínico, outra constituída por uma aula de grupo e ainda uma privada, todas com a duração de uma hora.

Esta forma de avaliação proveu-me com uma flexibilidade de raciocínio tão necessária na nossa área como professores de yoga uma vez que lidamos com pessoas e problemas reais, mas que, em muitas outras formações, não é devidamente contemplada.

As três aulas são super importantes, mas também tão diferentes, quer na sua forma orgânica, quer na maneira como devem ser conduzidas, e ainda na população a que se destinam. Um aspecto que pode parecer irrelevante mas que, sem dúvida alguma, nos prepara para a vida que ambicionamos como professores de yoga.

 

Hora de enfrentar a vida profissional

 

Agora que terminámos com sucesso esta formação, eu sinto-me muito mais, e melhor preparada para ajudar as pessoas nas suas mais variadas questões, problemas e limitações.

Eu e os meus clientes percorremos juntos o caminho. Definimos objectivos e traçamos metas, tendo sempre em vista uma evolução saudável, mas também sustentável, nunca esquecendo a unicidade e a singularidade que os define.

 

Texto da Luisa Empis
Professora de Yoga

X